Aplicabilidade do direito de preferência