Oi - Relações com Investidores Mobile | Fato Relevante - Adiamento da Divulgação das Informações Financeiras do 1º Trimestre de 2018

Oi S.A. - Em Recuperação Judicial
CNPJ/MF N° 76.535.764/0001-43
NIRE 33.30029520-8
Companhia Aberta

FATO RELEVANTE

Adiamento da Divulgação das Informações Financeiras do 1° Trimestre de 2018

Oi S.A. - Em Recuperação Judicial ("Oi" ou "Companhia"), em atendimento ao art. 157, §4° da Lei n° 6.404/76 e nos termos da Instrução CVM n° 358/02, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, em razão de uma reavaliação conjunta da Companhia e dos auditores independentes em relação ao momento adequado para o reconhecimento contábil da reestruturação da dívida, novada nos termos do Plano de Recuperação Judicial ("Plano"), a divulgação das informações financeiras trimestrais da Companhia e do relatório de revisão dos auditores independentes relativos ao primeiro trimestre de 2018 será adiada do dia 15 de maio de 2018 para o dia 28 de maio de 2018.

Os principais impactos contábeis decorrentes da homologação do Plano estão estimados de forma preliminar na nota explicativa n° 29 - Eventos Subsequentes, Efeitos Estimados do PRJ, constante das demonstrações financeiras da Companhia relativas ao exercício de 2017, e são: i) reconhecimento do valor justo das dívidas (bancos, agências de crédito a exportação e bondholders não qualificados); ii) reconhecimento do valor justo da dívida alocado na Cláusula Geral de Pagamento (Cláusula 4.3.6 do Plano); e iii) reconhecimento da conversão da dívida dos bondholders qualificados em ações. Com relação ao item iii, tornou-se necessária a realização de análises mais detalhadas pelos auditores independentes, que justificam a prorrogação aqui informada.

A Companhia esclarece que, conforme havia antecipado no Fato Relevante de 28 de março de 2018 e na nota explicativa acima referida, o patrimônio líquido da Companhia em 31 de março de 2018 voltou a ser positivo.

Tendo em vista o adiamento da divulgação das informações financeiras relativas ao primeiro trimestre de 2018 e para garantir a estabilidade das expectativas do mercado, a Companhia optou por antecipar alguns indicadores financeiros preliminares de seu resultado relativo ao período, com base em informações ainda não revisadas pelos auditores independentes:

A Companhia manterá seus acionistas e o mercado informados sobre o desenvolvimento dos assuntos objeto deste Fato Relevante.

Rio de Janeiro, 15 de maio de 2018.


Oi S.A. - Em Recuperação Judicial
Carlos Augusto Machado Pereira de Almeida Brandão
Diretor de Finanças e de Relações com Investidores

Nota Especial Relacionada às Declarações Prospectivas: Este Fato Relevante contém declarações prospectivas conforme definido na U.S. Private Securities Litigation Reform Act of 1995 e na regulamentação brasileira aplicável. As declarações que não são fatos históricos, incluindo declarações relacionadas às crenças e expectativas da Oi, estratégias de negócios, sinergias futuras e reduções de custos, custos futuros e liquidez futura, são consideradas declarações prospectivas. As palavras "será", "deverá", "seria", "deveria", "antecipa", "pretende", "acredita", "estima", "espera", "prevê", "planeja", "alvos", "objetivo" e expressões similares, caso relacionadas à Oi ou sua administração, destinam-se a identificar declarações prospectivas. Não há garantia de que os eventos esperados, tendências ou resultados esperados efetivamente ocorrerão. Tais declarações refletem a visão atual da administração da Oi e estão sujeitas a um número de riscos e incertezas. Essas declarações são baseadas em várias suposições e fatores, incluindo condições gerais do mercado e da economia, condições industriais, aprovações societárias, fatores operacionais e outros fatores. Quaisquer mudanças em tais suposições ou fatores poderiam causar resultados que diferissem materialmente das expectativas atuais. Todas as declarações prospectivas atribuíveis à Oi ou suas afiliadas, ou a pessoas agindo em seu nome, são integralmente qualificadas como declarações cautelosas conforme estipuladas neste parágrafo. Não se deve depositar confiança indevida em tais declarações. As declarações prospectivas apenas correspondem à data em que foram feitas. Salvo conforme exigido pela legislação de valores mobiliários do Brasil ou dos EUA e pelas regras e regulação da CVM, SEC ou pelos entes reguladores de outras jurisdições aplicáveis, a Oi e suas afiliadas não são obrigadas nem pretendem atualizar ou anunciar publicamente os resultados de qualquer revisão sobre as declarações prospectivas para refletir resultados reais, futuros eventos ou desenvolvimentos, mudanças nas suposições ou mudanças em outros fatores que afetem as declarações prospectivas. Recomenda-se, no entanto, a consulta às divulgações adicionais que a Oi venha a fazer sobre assuntos relacionados por meio de relatórios ou comunicados que a Oi venha a arquivar junto à CVM e à SEC.

Para acessar o PDF na íntegra, clique aqui.


Última Atualização: 15 de maio de 2018

COPYRIGHT (C) 2018 OI