• RSS
  • Imprimir
  • Enviar para um amigo

Conselhos e Comitês

Conheça a nossa estrutura corporativa

Efetivo
Suplente
José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha (Presidente) AGE 01.09.2015 Até a Assembleia Geral Ordinária de 2018
Ricardo Reisen de Pinho RCA 12.08.2016 VAGO -
Marcos Duarte Santos RCA 12.8.2016 VAGO -
Demian Fiocca RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017 Blener Braga Cardoso Mayhew RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017
Thomas Cornelius Azevedo Reichenheim AGE 01.09.2015 Sergio Bernstein AGE 01.09.2015
João do Passo Vicente Ribeiro AGE 01.09.2015 VAGO -
João Manuel Pisco de Castro RCA 17/02/2016 Luis Manuel da Costa de Sousa Macedo RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017
Luís Maria Viana Palha da Silva AGE 01.09.2015 Maria do Rosário Amado Pinto Correia RCA 17/02/2016
André Cardoso de Menezes Navarro AGE 01.09.2015
Hélio Calixto da Costa RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017 Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017
Pedro Zañartu Gubert Morais Leitão AGE 01.09.2015 José Manuel Melo da Silva RCA 14.09.2016 // A posse se tornou eficaz somente em 06/01/2017

Observação: Em reunião do Conselho de Administração da Oi S.A. - Em Recuperação Judicial realizada em 21/06/2017, foram nomeados para compor o Conselho de Administração, nos termos do parágrafo único do artigo 31 do Estatuto Social da Companhia e do artigo 150 da Lei das Sociedades Anônimas, os Srs. Marcio Guedes Pereira Junior e William Connel Steers como membros suplentes dos Srs. José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha e André Cardoso de Mendes Navarro, respectivamente. A posse dos mesmos está condicionada à anuência prévia da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, em conformidade com o Regulamento de Apuração de Controle e de Transferência de Controle em Empresas Prestadoras de Serviços de Telecomunicações, aprovado pela Resolução nº 101/99. A nomeação de tais membros pelo Conselho de Administração também será submetida à ratificação pelos acionistas da Companhia na primeira assembleia geral que venha a ser oportunamente convocada, de acordo com o que prevê a Lei das S.A..

José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha

Nascido em 4/12/1949, é Presidente do Conselho de Administração da Oi S.A., companhia aberta de telefonia, desde 2009, membro titular do Conselho de Administração da Santo Antonio Energia S.A., empresa produtora de energia hidroelétrica de capital fechado, desde 2008, e membro titular do Conselho de Administração da Pharol, SGPS, S.A., empresa portuguesa do setor de telefonia, desde maio de 2015. Suas principais experiências profissionais incluem: (i) Membro titular do Conselho de Administração da Telemar Participações S.A, companhia aberta, holding do setor de telefonia, desde 2008 até a sua incorporação em setembro de 2015; (ii) Membro Titular do Conselho de Administração da Vale S/A (de 2010 a abril/2015); (iii) Diretor-Presidente da Oi S.A. (em 2013); (iv) Presidente do Conselho de Administração das seguintes empresas: Tele Norte Leste Participações S.A. (de 1999 a 2003 e de 2007 a 2012), onde também atuou como membro suplente do Conselho de Administração em 2006, Telemar Norte Leste S.A. (de 2007 a 2012), TNL PCS S.A. (de 2007 a 2012), Tele Norte Celular Participações S.A. (de 2008 a 2012), empresas do ramo de telefonia, e Coari Participações S.A. (de 2007 a 2012), empresa de participação em outras sociedades; Dommo Empreendimentos Imobiliários, anteriormente denominada Calais Participações S.A., que desempenha a atividade de holding (de 2007 até dezembro de 2016, quando a referida empresa fechou o capital); (v) Membro titular do Conselho de Administração da Log-In Logística Intermodal S/A (de 2007 a 2011), companhia aberta de transportes intermodais; e (vi) Membro titular do Conselho de Administração da Lupatech S/A (de 2006 a 2012), companhia aberta que desenvolve produtos energéticos e desempenha atividades de controle de fluxo e metalurgia. Além das empresas mencionadas acima, foi Membro titular do Conselho de Administração das seguintes companhias abertas: (a) Braskem S.A (2007 a 2010), empresa petroquímica, na qual exerceu anteriormente o cargo de Vice-Presidente de Planejamento Estratégico (2003 a 2005); (b) LIGHT Serviços de Eletricidade S/A (1997 a 2000), distribuidora de energia elétrica; (c) Aracruz Celulose S.A. (1997 a 2002), fábrica de papel; (d) Politeno Indústria e Comércio S/A (2003 a 2004), empresa petroquímica; e (e) BANESTES S.A. - Banco do Estado do Espírito Santo (2008 a 2009), instituição financeira. Graduou-se em engenharia mecânica pela Universidade Católica de Petrópolis, Rio de Janeiro, em dezembro/1971 e concluiu o Executive Program in Management na Anderson School, Universidade da Califórnia, Los Angeles, EUA, em dezembro/2002. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Ricardo Reisen de Pinho

Nascido em 03/01/1961, é membro do Conselho de Administração da Light S.A. e da BR Insurance S.A., desde abril de 2016, e membro do Comitê Consultivo da Editora do Brasil S.A., desde abril de 2016. Atua, também, como membro do Conselho de Administração da Brado Logística S.A., desde agosto de 2012. Foi membro do Conselho de Administração: (i) da Tupy S.A., de maio de 2009 a abril de 2015, e membro do Comitê de Governança e Pessoas de maio de 2015 a junho de 2016; (ii) da Saraiva S.A. Livreiros Editores, de maio de 2013 a abril de 2015 e de abril de 2009 a março de 2012; e (iii) da Itacaré Capital Inv. Ltd., de fevereiro de 2009 a abril de 2015. Anteriormente, foi membro do Conselho Consultivo da LAB SSJ S.A., de abril de 2009 a outubro de 2013, membro do Conselho de Administração da Metalfrio Solutions S.A., de junho de 2007 a abril de 2011, membro do Conselho de Administração do Banco Nossa Caixa S.A., de março de 2008 a maio de 2009 e membro do Conselho Fiscal da Embratel Participações S.A., de abril de 2008 a abril de 2010. É formado em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica RJ, 1984, mestre em finanças pela Pontifícia Universidade Católica RJ, 1989, e doutor em Administração de Empresas/Estratégia pela Fundação Getúlio Vargas, 2008. Tem especialização em administração pela Harvard Business School - Program for Management Development, 1999, e pela Wharton Business School - Advanced Management Program, 2001. É conselheiro certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa - IBGC desde 2010.
Ricardo Reisen de Pinho, nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Pedro Grossi Junior*

Pedro Grossi Junior, nascido em 29/11/1943, ocupou diversos cargos públicos: Agente da Agência de 1a Categoria de Exportação do Rio de Janeiro do Instituto Brasileiro do Café, em 1972; Diretor do Departamento de Estoques e Padronização do Instituto Brasileiro do Café, em 1973; Assessor Parlamentar do Ministro da Agricultura Sr. Antônio Delfim Neto, em 1979; Assessor Parlamentar do Ministro de Planejamento, Sr. Antônio Delfim Neto, em 1979; Assessor Parlamentar do Ministro da Fazenda, Sr. Francisco Dornelles, em 1985; Diretor Administrativo da Empresa TELERJ, em 1986; Vice Presidente da Empresa TELERJ, em 1988; Presidente da EMBRATUR, em 1988; Representante do Governo do Estado da Bahia no Rio de Janeiro, de 1990 a 2006; Secretário do Governo do Município de Nova Iguaçu, de 2007 a 2008; e Secretário de Desenvolvimento Econômico do Município de Nova Iguaçu, em 2009. O Sr. Grossi foi Membro do Conselho e Diretor do jornal O DIA, de 1996 a 1999; e Membro do Conselho e Diretor do JORNAL DO COMMERCIO, de 1999 a 2001; Membro do Conselho de FURNAS - Centrais Elétricas S/A, de 1995 a 2002; Membro do Conselho do BANCO LIBERAL, de 1998 a 2006; Membro do Conselho da BIBLIOTECA NACIONAL - RIO DE JANEIRO, de 1992 a 1994; Membro do Conselho da LIGHT, de 1992 a 1994; Membro da FUNDAÇÃO ARI FRAUZINO, de 2000 a 2004. É Membro do Conselho do JORNAL DO BRASIL; Membro do Conselho do BANCO DA PROVIDENCIA - Arquidiocese do Rio de Janeiro; Membro da Comissão Consultiva de Programação da FUNDAÇÃO TEATRO MUNICIPAL - RIO DE JANEIRO; Membro do Conselho da PASTORAL DO MENOR DA ARQUIDIOCESE DO RIO DE JANEIRO e Membro do Conselho de Administração da TAESA (TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A). É formado em Direito pela Universidade do Estado da Guanabara. Pedro Grossi Junior, nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Marcos Duarte Santos

Nascido em 04 de outubro de 1969. Trabalhou no Bankers Trust Company de Janeiro de 1994 a Junho de 1996 onde ocupou o cargo de Vice Presidente, Operador de Ações, sediado no Rio de Janeiro, e na mesma Companhia ocupou o cargo de Vice Presidente, operador de renda fixa, sediado em New York, de Junho de 1996 a Agosto de 1997. Trabalhou, ainda, no CSFB - Garantia, atuando como Vice Presidente, operador de Renda Fixa, de Agosto de 1997 a Novembro de 1998. Foi membro do Conselho Fiscal das empresas de telecomunicações Tele Norte Celular S.A., Telecomunicações do Ceará S.A., Telecomunicações do Espírito Santo S.A. no período de 2001 a 2002. Foi membro do Conselho Fiscal da Brasil Telecom S.A. (antiga denominação social da Oi S.A.) em 2005, 2006 e no período de 2008 a 2014. Atualmente é diretor da gestora Pólo Capital, onde atua desde abril de 2003. Formado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Marcos Duarte Santos, nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Nelson de Queiroz Sequeiros Tanure

Nascido em 21/11/1951, é Diretor Presidente de Docas Investimentos S.A.. Atua como investidor da PETRO RIO S.A. desde 2013. Adquiriu a Editora Peixes S.A. em 2006. Firmou contrato de usufruto das marcas Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil e revista Forbes em 2001. Adquiriu o controle acionário de Docas S.A. e de suas subsidiárias Boavista S.A. e Boavista Trading em 1999. Incorporou a ISHIBRAS, formando a companhia "Indústrias Verolme-Ishibras S.A." - IVI em 1994. Foi Presidente do Conselho de Administração da SADE VIGESA S.A. (união da Sul Americana de Engenharia S.A. e Villares Equipamentos) em 1991. Adquiriu o EMAQ VEROLME ESTALEIROS S.A. (fusão dos estaleiros EMAQ Engenharia e Máquinas S.A. e Estaleiro Verolme) em 1989. Fundou a RCI - Representação e Comércio Internacional Ltda., empresa brasileira de comércio e participações que detêm o controle acionário da SEQUIP - Serviços de Engenharia e Equipamentos S.A. e da EMAQ - Engenharia e Máquinas S.A. em 1983. É formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Bahia em 1975 e graduado pelo Institut des Hautes Etudes de Development Economique et Social - Université Paris I em 1976. Tem especialização pela Harvard Business School - Owner/President Management Program Unit I (18/10/2015 - 06/11/2015) e Program Unit II (30/10/2016 - 18/11/2016). Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Demian Fiocca*

Demian Fiocca, nascido em julho de 1968, trabalha desde 2010 como sócio-diretor da MARE Investimentos, gestora de fundos de private equity no setor de O&G. Entre fevereiro de 1992 a fevereiro de 1994 trabalhou como pesquisador do IDESP, em análise de conjuntura da América Latina. Deixa o IDESP para trabalhar como editorialista e articulista da Folha de São Paulo até julho de 1998. Em agosto de 1998, assume a área de economia do HSBC Brasil, exercendo a função de economista-chefe até junho de 2000. No mês seguinte, inicia trabalho de 3 anos como Diretor de Economia da Telefônica no Brasil. Em junho de 2003, aceita convite para assumir a Secretária de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, passando posteriormente a Chefe de Assessoria Econômica. Nesse período, foi Membro do Conselho Monetário Nacional, Governador Alterno do Brasil no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Diretor da Corporação Andina de Fomento (CAF). Em dezembro de 2004 vem integrar a alta administração do BNDES, como vice- presidente e, em seguida, presidente do banco, até abril de 2007. Enquanto vice-presidente do BNDES, foi responsável pela áreas de Telecomunicações, Transportes, Energia, ÓLeo e Gás, Mineração, Siderurgia e Papel e Celulose. Ao deixar o BNDES, assumiu a posição de Diretor Executivo na Vale, onde teve responsabilidade pelas áreas de Gestão, Governança, Planejamento Estratégico, TI e Sustentabilidade, entre outras. Desliga-se da Vale para assumir, em maio de 2009, a presidência do Banco Nossa Caixa, liderando a instituição durante o processo de fusão com o Banco do Brasil, até sua conclusão, em dezembro de 2009. É conselheiro do Conselho Superior de Econimia da FIESP desde maio de 2010. Participa do Conselho de Administração da Ouro Preto ÓLeo e Gás desde abril de 2013. Entre 2003 e 2004, foi do Conselho de Administração da CHESF e do Conselho de Administração da Eletrobrás. Entre 2005 e 2007 foi conselheiro do Conselho de Administração da Valepar. Demian tem graduação e mestrado em economia pela USP. Teve treinamento executivo no Programa de Alta Dirección Harvard-IESE, em Barcelona, e realizou o Mastering Executive Leadership Challenges no IMD em Lausanne, Suiça. É autor do livro A Oferta de Moeda na Macroeconomia Keynesiana, Editora Paz e Terra, 2000. Demian Fiocca, nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Blener Braga Cardoso Mayhew

Nascido em 27/01/1983, atua como CFO e Diretor de Relações com Investidores da Petro Rio S.A. desde 2014, tendo participado ativamente no processo de reestruturação da Petro Rio. Anteriormente, foi diretor na holding Docas Investimentos, responsável pela área de Mergers & Acquistions, tendo exposição nas áreas de Telecomunicações, Petroquímicas, Infraestrutura, Consumo e Energia. É formado em administração de empresas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e possui MBA pela Florida International University. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Thomas Cornelius Azevedo Reichenheim

Nascido em 04/12/1947, é Presidente da Carisma Comercial Ltda., empresa do ramo de comércio exterior, desde 2002 e membro do Conselho de Administração da Jereissati Telecom S.A. (atual denominação de LF Tel S.A.), desde 2004. Atuou como Diretor de Relações com o Mercado e membro da Administração do Grupo Jereissati, de 1984 a 2010 e participou do Conselho de Administração da Didier & Levy Associados, corretora de câmbio, de 1998 a 2010. Anteriormente atuou como Diretor Comercial, Diretor de Seguros e Diretor da Área de Investimentos do Banco Auxiliar, de 1977 a 1983, foi Gerente de Câmbio, Gerente da Área Comercial e Diretor Adjunto do Banco Real, de 1972 a 1977 e Trainee na área de Marketing do Banco Unibanco, de 1969 a 1971. Atuou como membro do Conselho Diretor da ABRASCA - Associação Brasileira das Compabhias Abertas de 1986 a 2012. É formado em Administração de Empresas pela EAESP - FGV/SP em 1972 e em Direito pela FMU, em 1972. Possui Pós Graduação em Administração de Empresas pela EAESP FGV/SP, em 1973 e Curso de Extensão em Finanças pela mesma instituição, em 1974. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Sergio Bernstein

Nascido em 16/04/1937, é membro suplente do Conselho de Administração da Oi S.A. desde abril de 2014 e atualmente está aposentado. É engenheiro civil formado pela Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro e atuou como executivo em empresas nacionais há longo tempo. Iniciou sua carreira em 1961 como trainee de Finanças na General Eletric do Brasil, empresa diversificada que atua, no Brasil, nas áreas de tecnologia e serviços financeiros, tendo sido Diretor Controller por 6 anos e Vice-Presidente de Finanças por 4 anos. Foi posteriormente Vice-Presidente de Finanças do Grupo Jereissati, por 16 anos, de 1990 a 2007. Foi Presidente do Conselho Fiscal da empresa de telecomunicações Tele Norte Leste Participações S.A. de maio 2009 a fevereiro 2012 e das empresas de participação societária em outras sociedades Coari Participações S.A. e Contax Participações S.A de setembro 2009 a fevereiro 2012. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

João do Passo Vicente Ribeiro

Nascido em 20/05/1948, em Lisboa, atua como Conselheiro independente da Pharol SGPS, S.A. desde Maio de 2015. Desde 2014 é membro do Conselho Fiscal da Bemsaúde Participações SGPS, SA, empresa de participação em outras sociedades, maior grupo econômico dos Açores. Desde 2016 é membro do Conselho Fiscal da Vila Galé Gest, segundo maior grupo hoteleiro em Portugal. Foi Presidente da AMP-Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Mobiliário de 2014 a 2015. Anteriormente foi nomeado Coordenador do Grupo de Trabalho sobre Mecanismos e Instrumentos Financeiros de Apoio ao Turismo pelo Governo de Portugal, em 2012. Foi Administrador Executivo da SLN SGPS, S.A. de 2008 a 2009. Foi Administrador Executivo do Banco Português de Negócios em 2008. Foi Presidente Executivo e fundador da Quadrantis - Sociedade de Capital de Risco em 2007/2008. Foi Presidente Executivo da PME Investimentos, sociedade de Private Equity pública, de 2004 a 2007. Foi Presidente Executivo da APFIN-Associação Portuguesa das Sociedades Gestoras de Património e Fundos de Pensões de 2002 a 2003. Foi Administrador Executivo da AF Investimento - Sociedade Gestora de Património e Fundos de Investimento do Grupo BCP de 2002 a 2003. Foi Diretor Geral do BCP-Banco Comercial Português e do Banco Português do Atlântico nas áreas de Private Banking, Grandes Empresas e Banca de Retalho, de 1986 a 2002. Foi Diretor em Paris e em Londres das sucursais do Banco Português do Atlântico de 1980 a 1986 e do Instituto de Crédito de Angola em 1974 e 1975. É formado em Finanças pelo Instituto Superior de Economia da Universidade de Lisboa (1973), com MBA pelo INSEAD em Fontainebleau, França, (1978/1979). Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

João Manuel Pisco de Castro

Nascido em 22/09/1954, é Vice-Presidente do Grupo Visabeira SGPS S.A., da Visabeira Imobiliária SGPS S.A., da Visabeira Indústri SGPS S.A., da Visabeira Participações Financeiras SGPS S.A. e da Vista Alegre Atlantis SGPS S.A. É Presidente da Visabeira Global SGPS S.A., da Visagreen SGPS S.A. e da Real Life Tecnologia de Informação S.A. Atua como Administrador das seguintes empresas: Pharol SGPS, SA, Ambitermo Engenharia e Equipamentos Térmicos S.A., Gevisar SGPS S.A., Granbeira Sociedade de Exploração e Comércio de Granitos, Granbeira II Rochas Ornamentais S.A., Visacasa S.A., Constructel (Bélgica), Constructel Sweden AB e Constructel (Rússia). Anteriormente atuou como membro do Conselho de Administração do Grupo Visabeira SGPS S.A. de 2002 a 2007, Presidente do Instituto de Gestão Financeira e de Infra-Estrutiuras da Justiça I.P. de 2007 a 2009 e Administrador das seguintes empresas: Visabeira Telecomunicações e Construção SGPS S.A. de 2002 a 2006, Visabeira Serviços SGPS S.A. de 2003 a 2005, Ifervisa S.A., de 2005 a 2007, Viatel S.A. de 2005 a 2007, Visacasa S.A. de 2003 a 2005, Figueira Paranova S.A. de 2005 a 2006, Beiragás S.A. de 2000 a 2003. Também foi Gerente da Visabeira Ltda., de 2004 a 2007, Assessor da Administração do Grupo Visabeira de 1995 a 2000, Administrador-delegado das empresas do Grupo Visabeira nos Açores, de 1993 a 1995, Diretor Regional de Lisboa do Grupo Visabeira de 1989 a 1993, Chefe de Repartição do Centro e Exploração de Carcavelos dos TLP de 1985 a 1989, Especialista na Direção de Produção dos TLP, de 1983 a 1985, Professor na Escola Salesiana do Estoril de 1981 a 1983, Sócio-Gerente e Professor do Externato das Neves, Viana do Castelo de 1977 a 1981 e Professor do ensino secundário no Externato do Forte, Vila Nova de Cerveira em 1976. É formado em Engenharia Eletrotécnica, no ramo de Telecomunicações e Eletrônica pelo Instituto Superior Técnico em 1983 e possui Mestrado em Gestão de Empresas (MBA) pela Faculdade de Economia da Universidade de Lisboa em 1983. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Luís Manuel da Costa de Sousa de Macedo

Nascido em 13/02/1949, atua como Secretário Geral da PHAROL, SGPS S.A. e Secretário da Sociedade, Presidente da Assembleia Geral da Câmara de Comércio Portugal Angola e Vogal do Conselho de Administração da Fundação Portugal África. No âmbito da Portugal Telecom SGPS, S.A. desempenhou os seguintes cargos: Secretário da Mesa da assembleia Geral da Portugal Telecom, SGPS S.A; e Administrador da PT Centro Corporativo, S.A., Portugal Telecom Investimentos Internacionais, PT Ventures, SGPS S.A., Fundação Luso Brasileira, Fundação Portugal Telecom, CST - Companhia Santomense de Telecomunicações, SARL e Presidente da assembleia Geral da Cabo Verde Telecom. Foi Vogal do Conselho de Administração do Banco Espírito Santo do Oriente de 1996 a 2005, membro do Conselho de Administração AMSCO - African Management Services Company de 1996 a 2005, Vogal e posteriormente Presidente da ELO - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Econômico e a Cooperação. É formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e possui diploma pelo Instituto de Estúdios Superiores de la Empresa (IESE). Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1.

Luís Maria Viana Palha da Silva

Nascido em 18/02/1956, atualmente é Presidente do Conselho de Administração e CEO da Pharol, SGPS, S.A. Foi Vice- Presidente Conselho de Administração e da Comissão Executiva da GALP Energia, SGPS, SA de 2012 a 2015. Foi Vogal do Conselho de Administração e do Comitê de Auditoria da NYSE Euronext, de 2012 a 2013. Atuou na Jerónimo Martins, SGPS, AS como CFO, de 2001 a 2004, e como CEO de 2004 a 2010. Em 2011 atuou na referida empresa como Membro não executivo do Conselho de Administração e Presidente da Comissão de Responsabilidade Corporativa. Atuou como CFO da CIMPOR - Cimentos de Portugal de 1995 a 2001 e como Secretário de Estado do Comércio do Governo de Portugal, de 1992 a 1995, responsável pelas relações econômicas externas - Comércio e Investimento - e pela supervisão do comércio interno, segurança alimentar e defesa da concorrência. Anteriormente atuou como CFO da COVINA, Companhia Vidreira Nacional, de 1987 a 1992. É formado em Economia pelo Instituto Superior de Economia, 1978 e em Gestão de Empresas pela Universidade Católica Portuguesa, 1981. Possui especialização em Administração (Advanced Management Program) pela University of Pennsylvania - Wharton School of Economics, 2005. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Maria do Rosário Amado Pinto Correia

Nascida em 10/10/1958. É membro do Conselho de Administração da Pharol SGPS, S.A. desde 2015, docente e coordenadora de programas de Executive Education na Católica Lisbon School of Business and Economics (CLSBE) desde 1977, e Head of Senior Executive Consultancy no Centro de Estudos Aplicados da CLSBE desde 2016. Anteriormente foi Presidente do Conselho de Administração da Ferreira Marques & Irmão S.A. e CEO da Topázio - manufatura de objetos de luxo em prata de 2012 a 2015, assessora do Conselho de Administração da PT Investimentos Internacionais em 2007, Presidente do Conselho de Administração e representante legal da CTTC-Archway - Beijing de 2005 a 2007, CEO da Macau Cable TV e membro do Conselho de Administração da PT Ásia de 2005 a 2007. Foi responsável pelo desenvolvimento de negócio da Educação Executiva da CLSBE para o Brasil e Ásia (2012-2015), supervisora da atividade da Directel -Páginas Amarelas, Cosmos e Telesat - suporte técnico da MCTV (2005-2007), Fundadora da Diretoria e Diretora de Qualidade de Serviço e Satisfação do Cliente na PT-SGPS (2004), Diretora de Gestão do Conhecimento e Comunicação Institucional na PT Comunicações (2003), Diretora Geral da OGILVYONE Portugal (1994-2002), Editor da edição portuguesa da revista Marie Claire (1992-1994), Gestor de Cliente na McCann Direct e Diretora de Clientes na McCann-Erickson Portugal (1987-1992), Gestora de produto e fundadora e Diretora do Gabinete da Direct Mail nos CTT- Correios de Portugal (1981-1987). É formada em Economia pela Católica Lisbon School of Business and Economics, mestre em Gestão de Empresas pela Nova School of Business e possui MBA pela Wharton School. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

André Cardoso de Menezes Navarro

Nascido em 09/08/1963, é atualmente Diretor Geral do Millennium Investment Bank, responsável pela direção executiva do banco, conselheiro da Interoceanico, responsável pelo acompanhamento da gestão do portfolio de investimento da empresa e conselheiro da Pharol SGPS SA desde Setembro de 2015. Anteriormente, de 2008 a 2014, atuou como Chief Executive Officer do Banco Privado Atlantico Europa, de 2002 a 2008 foi o Chief Executive Officer da Société Generale Corporate and Investment Bank em Portugal e de 2000 a 2002 como Acionista e Administrador Delegado do Fundamentis Investimentos. De 1998 a 2002 atuou como Diretor Coordenador da Divisão Internacional do Banco Espírito Santo e de 1992 a 1998 como Diretor Coordenador da Banca de Empresas e de Investimento do mesmo banco. Trabalhou na área de Investimentos da Companhia Nacional de Mineração (Brasil) de 1986 a 1990 e como Analista de Crédito do Chase Banco Lar (Brasil) de 1986 a 1988. É formado em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 1986, pós graduado em Finanças pela Fundação Getulio Vargas em 1988, possui MBA pela American Graduate School of International Business - Thunderbird, em 1992 e cursou o Programa Executivo de Liderança pela Harvard Business School em 2014. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Nuno Rocha dos Santos de Almeida e Vasconcellos

Nascido em 21/11/1964, é Presidente do Conselho de Administração das seguintes empresas: da RS Holding SGPS, da Insight Strategic Investiments SGPS S.A., da Ongoing Comunicações e Participações Ltda. e da Realtime Corporation Participações Ltda. Foi membro do Conselho Geral do ISCTE de 2009 a 2011, membro da Direção do Automóvel Clube de Portugal de 2007 a 2011, Sócio Administrador em Portugal na área de consultoria da Heidrick & Struggles de 1995 a 2006, Diretor da Andersen Consulting (atual Accenture) em Portugal de 1987 a 1995. É formado em Gestão de Empresas pelo Curry College, em Boston. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Hélio Calixto da Costa

Nascido em 17/08/1939, é presidente do Conselho de Administração da PetroRio S.A. (antiga HRT Participações em Petróleo S.A.) e presidente do Conselho de Ética e Regulamentação da ABT, Associação Brasileira de Telesserviços. Foi Deputado Federal e Constituinte (1987 a 1991 e 1999 a 2002), Senador da República de 2002 a 2010. e Ministro das Comunicações de 2005 a 2010. É formado em jornalismo. Foi para os Estados Unidos em 1967, para trabalhar na Rádio Internacional "A Voz da América", em Washington, e passou por todos os postos até chegar ao de editor. Estudou Artes e Ciências na Universidade de Maryland, Correspondente Estrangeiro na Universidade Católica de Washington. Em 1972, foi contratado como correspondente estrangeiro e mais tarde chefe do escritório do The New York News of Globo Televison. Viveu em Londres e Paris durante a implantação do escritório da Rede Globo na Europa. Em 1986, retornou ao Brasil e se candidatou a Deputado Federal Constituinte. Em 1998 foi reeleito. Em 2002 foi eleito Senador Federal no Estado de Minas Gerais. Assumiu o Ministério das Comunicações em 2005 até 2010. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure

Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure, nascido em 21/11/1951, é Diretor Presidente de Docas Investimentos S.A.. Atua como investidor da PETRO RIO S.A. desde 2013. Adquiriu a Editora Peixes S.A. em 2006. Firmou contrato de usufruto das marcas Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil e revista Forbes em 2001. Adquiriu o controle acionário de Docas S.A. e de suas subsidiárias Boavista S.A. e Boavista Trading em 1999. Incorporou a ISHIBAS, formando a companhia "Indústrias Verolme-Ishibras S.A." - IVI em 1994. Foi Presidente do Conselho de Administração da SADE VIGESA S.A. (união da Sul Americana de Engenharia S.A. e Villares Equipamentos) em 1991. Adquiriu o EMAQ VEROLME ESTALEIROS S.A. (fusão dos estaleiros EMAQ Engenharia e Máquinas S.A. e Estaleiro Verolme) em 1989. Fundou a RCI - Representação e Comércio Internacional Ltda., empresa brasileira de comércio e participações que detêm o controle acionário da SEQUIP - Serviços de Engenharia e Equipamentos S.A. e da EMAQ - Engenharia e Máquinas S.A. em 1983. É formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Bahia em 1975 e graduado pelo Institut des Hautes Etudes de Development Economique et Social - Université Paris I em 1976. Tem especialização pela Harvard Business School - Owner/President Management Program Unit I (18/10/2015 - 06/11/2015). Nelson Sequeiros Rodriguez Tanurenos, nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Pedro Zañartu Gubert Morais Leitão

Nascido em 29/06/1965, é Presidente do Conselho de Administração da Prio Energy SGPS, desde maio de 2015, empresa do ramo de combustíveis em Portugal, tendo atuado nesta empresa anteriormente como Presidente da Comissão Executiva. É conselheiro da Pharol SGPS SA desde maio de 2015. Foi Presidente do Conselho de Administração da ONI SGPS, empresa de telecomunicações em Portugal, de 2012 a 2013. Foi Administrador da UnyLeya Brasil e da UnyLeya Portugal, empresas da área da educação, de 2010 a 2011. Relativamente às funções não-executivas, atuou na Quifel Natural Resources, S.A., empresa da área de energias renováveis, com atividade em Portugal e no Brasil, na MoteDAlma SGPS, empresa familiar com investimentos em Portugal, na Villas Boas ACE, S.A., empresa da área seguradora, com atividade em Portugal, na MegaFin S.A., empresa da área de seguros com atividade em Portugal, e na FikOnline Ltda., empresa da área da energia fotovoltáica e da Internet, com atividade em Portugal. É formado em gestão de empresas pela Universidade Católica Portuguesa e possui Mestrado em gestão de empresas pela Kellogg Graduate School of Management na NorthWestern University em Chicago, EUA. Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

José Manuel Melo da Silva

Nascido em 11/03/1959, em Lisboa, atua como Administrador da Pharol SGPS, S.A. desde agosto de 2016, sendo Diretor da Parvalorem S.A. desde março de 2012. Anteriormente, de 2010 a 2012, foi Diretor da área de riscos de mercado do Banco Português de Negócios S.A. e de 1997 a 2010 Diretor responsável pela área financeira do Banco Efisa S.A.. De 1985 a 1997 atuou em funções várias no Banco Totta e Açores, nomeadamente como Diretor-Adjunto na área do mercado de capitais e técnico no Departamento de Estudos de Empresa. Entre 1995 e 1997 foi Administrador não executivo da Totta Gest S.A.. De 1983 a 1985 atuou como técnico da Direção de Estudos e Planeamento da Covina S.A.. É formado em Economia pelo Instituto Superior de Economia da Universidade de Lisboa (1982) e pós graduado em Direção Bancária pela Universidade Católica Portuguesa/ Instituto de Formação Bancária (1992). Nos últimos cinco anos, não possui qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial. Membro Independente, conforme a definição de "Conselheiro Independente" constante do Regulamento do Novo Mercado da BM&FBovespa, que é adotada pelo Estatuto Social da Companhia em seu art. 25, parágrafo 1

(¹) This translation is still subject to the auditors review

(¹) This translation is still subject to the auditors review

X

X